domingo, 12 de junho de 2016

O outro visto como distração de si mesmo.

Meu olhar sobre.

Muito bem.
Se tem uma coisa em ser Amanda que posso afirmar é que nunca fui de ter muitos amigos, nada de fotos coletivas em bares, festas, ou afins.
Os que tenho são verdadeiros a ponto de poder contar qualquer falha, os babados, chorar, sem ser apedrejado, cresceram comigo e me viram cair e progredir, família. Eles me fazem com abrangência e real carinho, os agradeço. Acredito na qualidade além da quantidade.
Quando abordo que somos sozinhos me refiro (além do se sentir nas vivências), ao fundo da alma, onde realmente nos encontramos.

Claro que ao viver em uma sociedade e estar sendo 'vista' nela, ou ganhando alguns espaços é deveras que não sejamos, ou pelo menos nos enganamos que não somos. 
É nisso que entra o outro. Só que muitas vezes o excesso dele traz a distração e surdez de nós mesmos. 
E me questiono o por que pensar em nós e no que sentimos dói tanto. Muitas vezes diante de nossa própria imagem ao espelho enxergamos aquilo que não queremos ver, ou caminhos desconhecidos pra ser melhor. E é mais grave quando não se tem a consciência sobre.
Daí vem o viver sobre efeitos de coisas que nos livrem um pouco desse ser que somos.
Não vejo a busca do outro como erro, pois somos coletivos e afetuosos (na grande maioria).
Mas vejo como preocupante a busca excessiva por visibilidade e a necessidade em estar em meio a eles o tempo todo.
Reforço que gosto da ideia do conhecer-se, acredito que, se me enxergo, compreendo mais o outro.
Quando nos voltamos só a ele nos abafamos, e junto a isso vem um vazio tremendo ao se questionar quem se é. 
Digo como auto afirmar-se pela minha vulnerabilidade no hoje, que se houvesse mais aceitação da nossa solidão, se pelo menos fosse enxergada além de só sentida o outro não mais nos distrairia e além de, nos agregaria na sua plenitude outros sentidos e sentires, que já vem no pacote mas das vezes são superestimados.
Mas nessa me faz entrar em mais uma questão em ser Amanda, que é:
'Quem é esse tão citado outro que tento alcançar e entender?'
Acho que isso é assunto pra outro post.


No agora só sei que nada sei.
E é isso por hoje
Bye Bye

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.