domingo, 2 de outubro de 2016

Uma frase por dia: Mês de Setembro

Se tem algo que o mês de Setembro foi, foi Punk.
Logo no começo se fez em um quebrar de laço drástico e um ser a partir disso. Teve a separação de uma das Marias em nosso brechó,e coisas novas que prosperam ao mesmo. O sumiço dos meus cachorros, com a volta. Show do Papa Roach e da-lhe lágrimas pela emoção de fã, e pelo gastar de dinheiro que não tenho apenas parar ir vê-los de longe.O encontrar-me em outras vertentes.
O peso da culpa, as invejas, as alegrias, a calmaria de poder viver a vida em inúmeros instantes como se fosse realmente o único.
O coração totalmente quebrado vivendo do reconstruir. A consciência de que não posso abraçar o mundo e nem forçar os espaços que não caibo.
E nisso tudo a constância de ainda estar viva, na tentativa de não prolongar de forma fixa as ideias por saber de suas vulnerabilidades constantes, mas firme ao meu sentir.
Que coisa.
Pensando assim o post de hoje contém uma frase, que não faz por completo, mas que 'representa' cada dia do mês de Setembro. Bora lá?

01/09/16
"O que mostro em fotos é superficial."

02/09/16
"Vivo regando uma flor morta."

03/09/16
"A maioria das consequências das ações justificam-se por nossas escolhas."

04/09/16
"O conto de fadas acabou. O meu..."

05/09/16
"E com toalhas brancas cobrimos."

06/09/16
"Hoje resulto-me a nada... o que também é ser algo..."

07/09/16
"Coffee Prince é a série mais doce de TODAS."

08/09/16
"O que é certo e quem impôs?"

09/09/16
"Não há questionamento nas verdades que nos foram dada, e se segue com a vida sem saber se o motivo de nossas ações é o que impuseram ou o que queríamos.
Acredito que se dá a um balanço dos dois."

10/09/16
"Quando se prolonga algo por muito tempo, se perde no motivo do estar ali?"

11/09/16
"Nada mais dolorido do que ver desfazer a verdade que por muito tempo acreditou."

12/09/16
"Perdi meus dois cachorros."

13/09/16
"O que foi. Foi só."

14/09/16
"Meus cachorros voltaram. Um bom filho a casa retorna. Aê!!"

15/09/16
"Sobra reflexão. Falta sono."

16/09/16
"O que vale, se nunca soubemos quem somos e nem pra quê?

17/09/16
"Nunca me esquecer de jamais tentar outra vez cortar as sobras de unhas crescidas do gato Max."

18/09/16
"Vida: eterno tecer e destecer de conceitos."

19/09/16
"Melhor parte do dia é a hora de comer!"

20/09/16
"Faltou dizer o que sentia. Estão alimentando o Babadook!"

21/09/16
"Meu brechó foi, e é constituído pela junção de ideias. Não existe uma só."

22/09/16
"Falta o contato revigorante da natureza".

23/09/16
"3 Marias Brechó torrando meus neurônios de modo amoroso, dando a sensação ótima de Consegui!"

24/09/16
"Esse desgaste emocional, caleja."

25/09/16
"MENOS, É MAIS."

26/09/16
"Considero-me voltada a estética e a coisas bonitas, mas os vazios e futilidades que caminham com isso disso é imenso!!"

27/09/16
"É, foi, será, minha culpa."

28/09/16
"Se esquece quem se é. Quem cê é?"

29/09/16
"Isso distinguiu-nos, diferenciou-nos, distanciou-nos.
Éramos feitos em diferentes entregas."

30/09/16
"Eu fui para outros meios para fugir do que me era dado e não me cabia.
Não é injustiça hoje eu não merecer o que desejo.
É a vida."


E é isso por hoje galerinha da eleição!
Bye Bye

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.